Poesias de Namorados

Poesias de Namorados

Namorados


Meu coração está tão só...
É terra de quem quiser...
Vivendo assim desacompanhado
Para ele, o dia dos namorados,
É um dia como outro qualquer

Nenhuma diferença faz!
Paquerar, ficar, namorar...
Não importa, importa sim ser amado e amar
Se ligar a alguém que lhe dê carinho e paz.

Vamos! Desamarra esse santo
Quebra de vez o teu encanto
Vem, abre o meu peito e o procura!

Deixa que para ele flua de ti toda ternura
Assim, nossos corações no dia ao amor consagrado
Terão o que comemorar, farão de nós felizes namorados.



Dia dos Namorados


Quero ter você por perto
sentir sua pele, seu afeto
fazer-lhe uma carícia morna
como a onda quando retorna.

Quero ser na praia, a areia
que os seus pés massageia
ser o horizonte em cores vivas
ser a alegria em sua vida.

Quero ouvir seu coração pulsar
quero lhe amar e lhe beijar
e me fazer inesquecível
tanto quanto me for possível.

Quero ser sua namorada
neste e em muitos outros dias
visando repartir o que vier
ser sua fã, ser sua mulher.

Quero ser sua lembrança
quando distante estiver
para que volte depressa
como eu quero e você quer.

E um dia talvez, lembraremos
com carinho e com saudade
mas nunca com menos vontade
O Dia dos Namorados!!!



Namorados para Sempre

Caminho por entre árvores derrubadas
na longa estrada do tempo
chego a um outro cenário da vida
nós dois, namorados...

Nada era muito diferente, apenas
como bem disse o homem sábio:
"havia sorrisos, onde hoje existem rugas"
e sorríamos tanto, por tão pouco!

Então porque, ficas aí com o olhar perdido
num horizonte longíquo, nem sabemos se existe
percas o teu olhar em mim e no amor que tenho
que ainda sobrevive, eu te amo mais que antes.

Sei que também me amas, pois és meu cúmplice.
Venhas comigo por esta estrada florida
tiremos as fantasias de velhos desanimados
sejamos outra vez e para sempre...Namorados!


A LUA É DOS NAMORADOS

A lua que no céu distante
Fez meu coração apaixonado,
É a mesma que nesse instante,
Consola este amante abandonado

A lua é dos namorados
E protetora dos amantes,
Conselheira dos desesperados
E dos poetas inspiração constante.

Se ela se esconde é para não me ver sofrer,
Uns chamam-na de alcoviteira,
Mas ela a lua, só sabe bem-querer!

Ó lua que pelo céu caminha
Não conte pra ninguém,
A história que é só min
ha!

Eterno Namorado

Um amor construído,
Um vazio preenchido
A felicidade escancarada.


Meu sorriso que é seu,
Seu olhar que é meu
Minha vida em sua vida
Seu cheiro que me excita.


Cúmplices desse amor,
Seu toque que me despia
Seu beijo ardente, sedutor
Um vício que me inebria.


Minha boca que te chama
Seu corpo que corresponde
Molhados nessa cama,
Desejo que não se esconde.


Seu coração inseguro,
Meu coração enamorado
Unidos pelos anjos,
Sonho de todo apaixonado
Ser um eterno namorado.



Namorados do Mirante


ELES ERAM mais antigos que o silêncio
A perscrutar-se intimamente os sonhos
Tal como duas súbitas estátuas
Em que apenas o olhar restasse humano.

Qualquer toque, por certo, desfaria
Os seus corpos sem tempo em pura cinza.
A Remontavam às origens — a realidade
Neles se fez, de substância, imagem.

Dela a face era fria, a que o desejo
Como um hictus, houvesse adormecido
Dele apenas restava o eterno grito
Da espécie — tudo mais tinha morrido.

Caíam lentamente na voragem
Como duas estrelas que gravitam
Juntas para, depois, num grande abraço
Rolarem pelo espaço e se perderem

Transformadas na magma incandescente
Que milénios mais tarde explode em amor
E da matéria reproduz o tempo

Nas galáxias da vida no infinito.
Eles eram mais antigos que o silêncio...



Poesia de amor para namorado

Os dias que passam na vida
Sao como os pingos
Da chuva que cai
E correm para o rio
E sem o seu amor
Sou uma pobre abandonada
Chorando desesperada
Em uma noite de frio

Angustiada pela dor de uma saudades
Sinto minha alma ferida
Vejo minha vida esquecida
Mesmo não sendo correspondida
Falo com toda anciedade
que preciso de você
Para minha felicidade

Ah! Se você soubesse
O que eu estou sentindo agora
Talvez não sofreria tanto
Mandava a tristeza embora
Mas sei que você não entende
O sofrimento de uma Mulher
Por isso, no silêncio da noite
Murmurando sozinha
Eu chamo pelo seu nome

O tempo vai passando
Nunca vou te esquecer
Porque você é tudo
Em minha vida
É a razão do meu ser
Não me importa a distância
E mesmo sendo esquecida
Ainda me resta uma viva esperança
Que em SEUS BRAÇOS um dia vou viver.



Namorados..

Dia que nasceu ensolarado
Porque é dia de namorados
Que fique assim marcado
Por teres no fim gostado

Eu sei que nem de perto
Nós estamos namorando
Mas te desejo é certo
Um dia muito amando

Com um grande bouquet
Te faço até lembrar
Que um dia apareceu
Um louquinho como eu

Esse louquinho endoidou
E até se enamorou
Vai a gente entender
Por foi que ele gostou

Não se explicará nunca
Porque amor não se explica
Apenas se sente cá dentro
Aquilo que sempre fica

Dei por ti cambalhota
E bati com a cabeça
Embora não padeça
Desse amor que senti

Senti, e ainda sinto
E sei que não minto
Mas não te pressiono
Porque sei que não devo

Vai passar como tu dizes
Que o tempo tudo cura
Mas te quero ver sempre
Para sentir se ainda dura

Te espero sempre ver
Mas não é para teste
É porque adoro estar
Sempre contigo a falar

Bom dia de namorados
Namorados que nunca fomos
Mas que grandes amigos somos
E quase enamorados

Beijinho e beijo grande
Na tua face te dou
Sou assim, pois sou
Com muito amor aqui estou !


Namorados

Corpos trêmulos
Envolvidos no mesmo
Desejo!
Enlouquecidos por um
Beijo
Caminhando de mãos
Dadas
Feito almas entrelaçadas
Sentindo o doce aconchego
Duas almas apaixonadas!

Nada se ouve
Apenas murmúrios
Sentindo a respiração
Acelerada
Corpos enamorados
Embalados por lindas
Canções
Corpos que dançam
Transpirando emoções
Bocas que calam
Delirantes sensações

Olhos que brilham
Corpos que falam
Envolvidos por calafrios
Em meio a beijos e deslizes
Sentindo deliciosos arrepios
E na ânsia de simplesmente
Amar...
São duas almas felizes
Desejando que o tempo pare
Para eternamente namorar!